Olá!

Muitos clientes, ao fechar um negócio com a Cortez Imóveis, nos perguntam sobre o uso de materiais alternativos visando economia no caso de construção ou reforma do imóvel recém adquirido.

Entre eles, a parede de drywall está entre as mais questionadas. Se esse também é o seu caso, ou seja, se você está construindo ou reformando sua casa e está pensando em apostar na parede de drywall, mas ainda não tem certeza se essa é a decisão correta, então chegou ao lugar certo!

Na coluna de hoje, vamos falar exatamente sobre esse assunto. São informações básicas para que você tenha uma visão generalizada, mas para cada projeto o ideal é sempre consultar um especialista do ramo, como o engenheiro civil ou arquiteto.

O que é sistema drywall? E o que é parede de drywall?

Drywall é uma expressão em inglês que significa “parede seca”, isto é, que ela não precisa de argamassa para ser construída, diferentemente da alvenaria.

O sistema drywall com o qual é feita a parede de drywall é formado por estruturas de perfis de aço e chapas de gesso. O centro da parede em drywall pode ser oca, sendo “ocupado” apenas pela fiação elétrica, sistemas hidráulicos e afins, mas também pode ser preenchido com enchimentos de isolamento térmico e acústico.

Vantagens da parede de drywall

A parede em drywall também é chamada de parede de gesso acartonado, pois suas chapas de gesso são feitas com o miolo de gesso e as faces em papel cartão. Ela é considerada bastante versátil, pois pode ser feita com curvas, recortes e outras formas de personalização. Outras vantagens da parede de drywall são: material leve e barato, transporte econômico, componentes recicláveis, tempo de obra rápido, gera menos sujeira, manutenção simples e torna reformas mais fáceis.

E quem quer deixar a sua parede mais espessa para torná-la mais resistente, uma opção é usar reforços com pedaços de madeira ou chapa metálica em seu interior para receber objetos mais pesados, como bancadas de mármore, por exemplo.

O drywall suporta até 50kg/m², mas esse valor pode variar de acordo com o material utilizado. Para pendurar eletrodomésticos, armários ou outros objetos mais pesados, é necessário usar buchas especiais e fazer reforços no interior da parede.

Já para isolamento acústico é recomendado aplicar enchimento de lã mineral de rocha ou de vidro, principalmente se a parede de drywall for para ambientes como o quarto.

Assim como uma parede comum, a parede de drywall suporta pinturas, texturas, papéis de parede e revestimentos como cerâmicas, pastilhas e azulejos.

Parede de drywall com porta

Na parede de drywall com porta, é acrescentada uma estrutura de aço galvanizado no término do drywall e o batente da porta é reforçado com montantes, uma verga metálica na parte de cima, parafusos e espuma de expansão.

Quanto custa uma parede de drywall?

A resposta para essa questão não é tão simples, pois o valor da construção da parede de drywall pode variar de região para região e também de acordo com o profissional e com o material utilizado. Mas uma coisa é certa: ela é bem mais econômica e nada fica a dever em termos de eficiência e embelezamento da obra.

Saúde e sucesso sempre! Até o próximo domingo!

Emerson Cortez é empresário e diretor da Cortez Imóveis
cortezemer@hotmail.com